Corporação.Infinito.V1.Anual.01 - Sonhos Verdes e Ilusões Preciosas - Crise 051


Crise Nas Infinitas Terras
051 de 107
Tradução: Tche, Letras e Capabr: Carfrangs
HQ inédita no Brasil... Projeto Capas de Gibis e SatéliteSQ

Há quem diga que "Os Novos 52" foram uma revolução maravilhosa pela qual a DC Comics precisava passar. Mas lendo esta história, dos tempos aúreos da DC, eu não compartilho essa opinião de jeito nenhum. Por isso, eu gostaria de saber a opinião de vocês, leitores assíduos da DC dos bons tempos, principalmente daqueles que acompanham a "Nova DC".

A história dispensa comentários. Com argumento de Roy Thomas, desenhos de Ron Harris e Todd McFarlane e e arte-final de Tony DeZuniga, Dick Giordano, Alfredo Alcala e Richard Howell.

Boa leitura para todos!
 

5 comentários:

Anônimo disse...

caraca, corporacao é show,como queria ler mas coisas deles, espetacular...
hsm

Torak disse...

vou baixar e ler, depois deixo meu comentário...mas agradeço desde já por mais esta!!

Marcelo Marat disse...

Muita coisa se perde nessas revisões editoriais, mas, de forma geral, vejo uma evolução muito grande nos quadrinhos nos últimos vinte e cinco anos - especialmente nos roteiros. O desenho já foi cronicamente ruim, na década de 90, com o estilo Image, mas hoje em dia o nível também está altíssimo nessa área. Mas como disse no início, alguma coisa sempre se perde, mas para isso existem as coleções, que podemos revisitar e curtir. A internet resgata muito desse material. Vamos torcer pra que dure, e que ninguém censure...

naranarutolee disse...

Eu acho os Novos 52 MUITO confuso e muita coisa mal esplicada.....sera que Donna Troy e Wally West não vão mais existir ?? =/
Pra mim foram as maiores perdas
Eu gosto muita dessas historias antigas, Corporação Infinito é uma delas. Mas acho que os enredos andam na sua grande maioria boms e o traço fantastico e ele ja foi medonho na metade de 90.
Eu so acho que novos 52 falta engatar ainda.....ainda ta confuso e mal esplicado, ninguem se desprendeu do universo antigo, foi um Reboot severo demais na minha opnião.

Anônimo disse...

Naqueles tempos pré-crise nas Infinitas Terras os argumentos das histórias tinham muita criatividade! Roy Thomas é uma das grandes lendas dos quadrinhos, e nessa fase da Corporação ele estava inspirado!!
Um abraço a equipe do Capas de Gibis !!
Ricardo